Agenda

Calendário de Eventos

CADASTRE-SE

AGENDA DE EVENTOS

  • TOP SÊMEN ONLINE SUPER OFERTA
    De 25/05/2020 15:00 Horas
    à 12/05/2021 20:00 Horas
    CATÁLOGO ONLINE
  • SHOP SENEPOL EMBRIÕES
    De 27/11/2020 16:00 Horas
    à 27/11/2021 20:00 Horas
    CATÁLOGO ONLINE
  • SHOP REPRODUTORES CORSI SENEPOL
    De 16/12/2020 07:00 Horas
    à 16/02/2021 20:00 Horas
    CATÁLOGO ONLINE
  • 2º SHOP REPRODUTORES NELORE ZUMA
    De 13/01/2021 19:00 Horas
    à 11/02/2021 20:00 Horas
    CATÁLOGO ONLINE
  • 1º SHOP REPRODUTORES MARCHIGIANA P.O.
    De 15/01/2021 07:00 Horas
    à 15/02/2021 20:00 Horas
    CATÁLOGO ONLINE

ATUALIDADES

  • BEZERRO - MS : R$ 2.739,17 / CABEÇA
  • BEZERRO - SP : R$ 2.490,00 / CABEÇA
  • BOI GORDO : R$ 292,35 / @
  • FRANGO CONGELADO : R$ 5,78 / KG
  • FRANGO RESFRIADO : R$ 6,14 / KG
  • OVOS : R$ 94,62 / CX 30 DÚZIAS
  • ALGODÃO : ¢R$ 443,14 / LP
  • ARROZ : R$ 89,75 / SC DE 50KG
  • CAFÉ ARÁBICA : R$ 650,54 / SC DE 60KG
  • CAFÉ ROBUSTA : R$ 415,60 / SC DE 60KG
  • CITROS : R$ 39,08 / CX DE 40,8KG
  • MANDIOCA : R$ 447,99 / T
  • MILHO : R$ 85,22 / SC DE 60KG
Fonte: ESALQ/BM&F
PREVISÃO METEREOLÓGICA
Fonte: climatempo
  • Ler Matéria

    IPPA: Após 10 meses sucessivos de alta, IPPA/Cepea cai em dezembro

    20/01/2021 - 11:25
    Depois de avançar por 10 meses consecutivos, o IPPA/CEPEA (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários) registrou queda em dezembro, de 5,8%, em termos nominais, frente a novembro. O resultado do índice geral reflete as variações negativas observadas nos índices IPPA-Grãos, de 9,5%, e do IPPA-Pecuária, de 4,9%. Por outro lado, o IPPA-Hortifrutícolas subiu 10,4% de novembro para dezembro e o IPPA-Cana-Café, 2,4%
  • Ler Matéria

    CAFÉ: Arábica avança 7,2% na parcial de janeiro

    20/01/2021 - 09:32
    Dados levantados pelo Cepea mostram que os preços do café arábica seguem em forte alta no Brasil. Na parcial deste mês (de 30 de dezembro de 2020 a 19 de janeiro), o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, avançou 43,85 Reais por saca de 60 kg (ou +7,2%). Na sexta-feira, 15, especificamente, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 renovou o recorde nominal da séria do Cepea (iniciada em 1996), quando fechou a R$ 651,99/sc
  • Ler Matéria

    ALGODÃO: Preços continuam operando em recordes nominais

    20/01/2021 - 09:29
    Os valores domésticos do algodão em pluma seguem operando em patamares recordes nominais. Pesquisadores do Cepea indicam que vendedores brasileiros estão firmes nos valores de novas negociação e focados no cumprimento dos contratos a termo, especialmente os direcionados ao mercado internacional. Do lado comprador, indústrias estão mais cautelosas em elevar suas ofertas e/ou praticar os preços atuais, apontando dificuldades em repassar novos custos aos seus produtos
  • Ler Matéria

    ARROZ: Comprador pressiona, e Indicador segue em queda

    20/01/2021 - 09:28
    Com as recentes quedas nos preços do arroz em casca, alguns agentes estiveram retraídos das negociações nos últimos dias. Dentre os compradores ativos, uma parte deles reduziu ainda mais os valores ofertados pelo cereal, alegando dificuldades nas vendas do fardo e queda nos preços do produto final. Vendedores, por sua vez, permanecem firmes
  • Ler Matéria

    CENOURA: Colheita ganha força, e preços podem cair ainda mais até o fim do mês

    20/01/2021 - 09:26
    As cotações das cenouras estão em queda em quase todo o Brasil neste mês de janeiro, exceto nos estados do Sul. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o mercado começou a dar sinais de baixa já na segunda quinzena de dezembro, quando as vendas ficaram abaixo do esperado em MG e GO durante as festividades de Natal e Ano Novo. Com o início da colheita da temporada de verão, os preços médios no último mês de 2020 registraram queda de 6,8% em relação a novembro, sendo a caixa de 29 kg de "suja" comercializada por R$ 28,26
  • Ler Matéria

    AÇÚCAR: Ritmo de negócios cresce, mas preço segue enfraquecido

    19/01/2021 - 09:06
    As negociações envolvendo açúcar cristal no mercado spot de São Paulo vêm registrando maiores volumes. Ainda que nem todos os compradores tenham retomado as aquisições, os demandantes ativos garantem um aumento na liquidez. Do lado vendedor, mesmo com o aumento no preço externo do demerara, algumas usinas paulistas baixaram os valores de suas ofertas no spot nacional, visando liquidar estoques do cristal acumulados da safra 2019/20
  • Ler Matéria

    ETANOL: Preços do hidratado continuam firmes em SP

    18/01/2021 - 17:41
    O preço do etanol hidratado seguiu firme no segmento produtor no estado de São Paulo na semana passada. Distribuidoras consultadas pelo Cepea diminuíram o ritmo das aquisições, trabalhando na retirada de produtos adquiridos anteriormente. Do lado vendedor, usinas mantiveram-se firmes nas cotações
  • Ler Matéria

    TRIGO: Valores internos seguem avançando, mas liquidez ainda é baixa

    18/01/2021 - 17:39
    Os valores do trigo continuam em alta no mercado brasileiro. Segundo pesquisadores do Cepea, a valorização está atrelada à retração de vendedores, ao fortalecimento dos futuros externos e também às cotações recordes do milho nos mercados doméstico e internacional. As negociações, no entanto, têm sido pontuais nas regiões acompanhadas pelo Cepea, resultado da resistência de venda por parte dos triticultores, que estão à espera de novas altas nos valores do cereal, fundamentados nas elevadas cotações do milho
  • Ler Matéria

    MAÇÃ: Perspectivas são positivas para gala e fuji em 2020/21

    18/01/2021 - 17:38
    A colheita da safra 2020/21 de maçãs teve início nos últimos dias no Sul do País. De acordo com agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, a atividade está concentrada na variedade gala de alguns pomares de Vacaria (RS), Caxias do Sul (RS), Fraiburgo (SC) e do Paraná, devendo se estender para outras localidades, como São Joaquim (SC), entre o fim de janeiro e o início de fevereiro. Ainda segundo agentes, até o momento, as expectativas de produção são positivas para a gala, visto que, depois da quebra de safra registrada em 2019/20, o volume pode se recuperar nas regiões catarinenses e se manter estável na praça gaúch
  • Ler Matéria

    O Boletim do Leite de janeiro está disponível no site!

    18/01/2021 - 17:04
    Cepea, 18/01/2021 - Nesta edição, confira:   Baixa oferta deve manter acirrada disputa por matéria-prima A disponibilidade de matéria-prima deve permanecer limitada em 2021, especialmente no primeiro trimestre do ano, com volumes de leite abaixo da média registrada para o mesmo período de 2020. Esse cenário se deve ao clima desfavorável no ano passado (tempo seco e temperaturas elevadas, que prejudicaram as pastagens) e ao aumento contínuo nos custos de produção (os valores dos dois principais componentes da ração, o milho e o farelo de soja, atingiram patamares recordes).
  • Ler Matéria

    SOJA: Elevação externa e baixo excedente doméstico mantêm preço em alta no BR

    18/01/2021 - 09:26
    Os preços internos da soja estão em alta, influenciados pela valorização externa e pelo baixo excedente doméstico. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa Paranaguá (PR) subiu 2,45% entre 8 e 15 de janeiro, a R$ 169,66/sc na sexta-feira, 15. O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná avançou 3,75% no mesmo comparativo, a R$ 166,97/sc de 60 kg na sexta
  • Ler Matéria

    MILHO: Preços internos renovam máximas nominais

    18/01/2021 - 09:25
    O movimento de alta nas cotações do milho segue firme no Brasil. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso vem dos baixos estoques internos de milho, da queda na produção da safra de verão e dos preços elevados nos portos. Diante disso, em muitas regiões consultadas pelo Cepea, os valores atingem novos patamares recordes nominais
  • Ler Matéria

    MANDIOCA: 2020 se inicia com baixo processamento

    18/01/2021 - 09:24
    A primeira quinzena de janeiro foi marcada por bom volume de chuvas em muitas regiões produtoras de mandioca do Centro-Sul. Segundo pesquisadores do Cepea, de um lado, esse cenário favorece o desenvolvimento das lavouras, mas, de outro, dificulta a colheita. Entretanto, a demanda industrial está baixa, uma vez que boa parte das empresas ainda não retomou as atividades de processamento
  • Ler Matéria

    OVOS: Poder de compra do avicultor cai para o menor patamar da história

    18/01/2021 - 09:23
    Em janeiro, os preços dos principais insumos consumidos na avicultura de postura, milho e farelo de soja, voltaram a se elevar. Esse cenário, somado aos menores preços pagos pela caixa de ovos comerciais, pressionou o poder de compra do avicultor de postura para o menor patamar já registrado na série histórica do Cepea, iniciada em 2013 para esse produto. Fonte:
  • Ler Matéria

    FRANGO: Poder de compra frente ao farelo é o mais desfavorável desde jul/12

    14/01/2021 - 17:02
    O recuo nas vendas de carne de frango no final de dezembro e neste início de janeiro fez com que o setor reajustasse negativamente os preços do animal para abate, segundo indicam pesquisas do Cepea. Já as cotações do milho e do farelo de soja, importantes insumos do setor, subiram, contexto que tem reduzido o poder de compra do avicultor. Conforme levantamento do Cepea, janeiro vem se caracterizando como o momento mais desfavorável ao avicultor desde maio de 2016 no caso da compra do cereal e desde julho de 2012 no caso da aquisição do derivado da soja
  • Ler Matéria

    CITROS: Colheita de tahiti ganha força em SP

    14/01/2021 - 17:00
    A colheita de lima ácida tahiti está ganhando força no estado de São Paulo. De acordo com produtores consultados pelo Cepea, a disponibilidade da lima vem aumentando desde meados de dezembro/20, e o pico de safra deve ser atingido na segunda quinzena de janeiro. Ainda assim, com o clima desfavorável no segundo semestre de 2020período de desenvolvimento das floradas –, a produção durante o pico de safra deve ser menos expressiva do que a da temporada passada e a oferta, controlada
  • Ler Matéria

    CEPEA: Perspectivas de 2021

    14/01/2021 - 16:29
    O Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, disponibiliza hoje as perspectivas de 2021. Confira abaixo:  
  • Ler Matéria

    SUÍNOS: Preços apresentam movimentos distintos entre as regiões

    14/01/2021 - 09:13
    Pesquisadores do Cepea indicam que, enquanto os embarques de carne suína brasileira seguem aquecidos neste início de janeiro, o consumo doméstico da proteína está bem retraído. Dessa forma, algumas regiões produtoras acompanhadas pelo Cepea e que são tradicionalmente mais exportadorase, portanto, menos dependentes do comércio localconseguem sustentar e, até mesmo, elevar os valores da carne e, consequentemente, do animal vivo. Já nas praças que tipicamente negociam apenas internamente, observa-se certa pressão sobre os valores dos cortes, das carcaças e do suíno vivo
  • Ler Matéria

    BOI: Indicador sobe 7% na parcial de jan/21 e recupera perdas de dez/20

    14/01/2021 - 09:12
    Depois de recuarem 5,85% em dezembro, os preços da arroba do boi gordo no mercado paulista iniciam 2021 em alta. No acumulado da parcial de janeiro (até o dia 13), o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 subiu 7,04%, ou seja, já recuperou as perdas de dezembro. Nessa quarta-feira, 13, o Indicador fechou a R$ 285,95
  • Ler Matéria

    ALGODÃO: Indicador sobe mais de 13% na parcial do mês e renova máxima nominal

    13/01/2021 - 10:20
    As valorizações do dólar e dos contratos futuros na Bolsa de Nova York (ICE Futures) neste início de ano têm impulsionado as cotações do algodão em pluma no mercado brasileiro. Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário favorece a paridade de exportação. Nessa terça-feira, 12, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, fechou a R$ 4,3137/lp, o maior, em termos nominais, de toda a série história desse produto, iniciada em julho de 1996
  • Ler Matéria

    CAFÉ: Preços iniciam ano em alta e Indicador atinge recorde nominal

    13/01/2021 - 10:17
    Os preços domésticos do café arábica estão avançando neste começo de 2021. Na sexta-feira, 8, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, fechou a R$ 625,71/saca de 60 kg, novo recorde nominal de toda a série histórica do Cepea, iniciada em 1996. Em termos reais, no entanto, o maior preço diário foi registrado em 28 de maio de 1997, quando o Indicador fechou a R$ 1
  • Ler Matéria

    ARROZ: Em dezembro, Brasil importa 3º maior volume da história

    13/01/2021 - 10:16
    As importações brasileiras de arroz seguem em bons volumes. Em dezembro, o total adquirido foi o terceiro maior da série histórica da Secex (iniciada em 1997), atrás apenas dos volumes importados em setembro e dezembro de 1998. Vale lembrar que o prazo da isenção da Tarifa Externa Comum (TEC) para aquisição de 400 mil toneladas de arroz de outras origens, que não o Mercosul, se encerrou no último mês de 2020
  • Ler Matéria

    O Boletim do Suíno de dezembro está disponível em nosso site!

    12/01/2021 - 12:01
    Cepea, 12/01/2021 - Nesta edição, confira:    Mercado em dezembro A pandemia de covid-19 trouxe para a suinocultura brasileira um cenário de incertezas e de muitos desafios em 2020. Depois de caírem com força entre março e abril, quando as recomendações de distanciamento social e decretos municipais e estaduais impactaram significativamente a demanda por produtos suinícolas, os valores tanto do suíno vivo quanto da carne iniciaram um movimento de recuperação em todas as praças acompanhadas pelo Cepea, atingindo recordes reais em setembro, impulsionados princi
  • Ler Matéria

    AÇÚCAR: Indicador se enfraquece neste início de 2021

    12/01/2021 - 09:07
    Os preços do açúcar cristal negociados no mercado spot de São Paulo estão enfraquecidos neste início de ano. Segundo pesquisadores do Cepea, o movimento verificado no spot paulista é o oposto das expectativas, que era de alta para este início da entressafra 2020/21. As baixas estão atreladas ao fato de parte dos agentes de usinas estar mais flexível nos valores ofertados, em especial para negociação envolvendo maiores quantidades
  • Ler Matéria

    ETANOL: Distribuidora eleva demanda após feriados

    11/01/2021 - 17:49
    Depois de duas semanas em ritmo desacelerado das vendas de etanol no segmento produtor, a procura pelos etanóis hidratado e anidro aumentou na primeira semana de janeiro. De acordo com pesquisadores do Cepea, agentes de distribuidoras de combustíveis voltaram a realizar aquisições no mercado spot, visando reabastecer os estoques do biocombustível, após as vendas durante os feriados de Natal e Ano Novo, períodos de grande consumo. Diante disso, entre 4 e 8 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado (preço ao produtor) fechou a R$ 2,0639/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), ligeiro aumento de 0,85% em relação ao da semana anterior
  • Ler Matéria

    BATATA: Preços recuam neste início de ano

    11/01/2021 - 17:48
    Entre 4 e 8 de janeiro, as cotações da batata tipo ágata especial tiveram médias de R$ 164,39/saca de 50 kg em São Paulo (SP), R$ 143,86/sc no Rio de Janeiro (RJ) e de R$ 150,49/sc em Belo Horizonte (MG). Segundo informações do Hortifruti/Cepea, esses patamares estão abaixo dos registrados nas três semanas anteriores. A desvalorização se deve ao início da colheita em Água Doce (SC) e ao ritmo um pouco maior da safra em outras regiões, como no sul de Minas e em Guarapuava (PR), apesar da desaceleração da colheita em Curitiba, Irati, Ponta Grossa e São Mateus do Sul (PR)
  • Ler Matéria

    TRIGO: Agentes se atentam ao dólar; liquidez interna é baixa

    11/01/2021 - 17:46
    As negociações envolvendo trigo estão lentas no mercado brasileiro neste início de ano. Segundo pesquisadores do Cepea, os poucos fechamentos envolvem apenas pequenas quantidades. No geral, as atenções de agentes consultados pelo Cepea estão voltadas à valorização do dólar, ao consequente encarecimento das compras externas e ao atraso na chegada ao Brasil do cereal importado da Argentina
  • Ler Matéria

    Breve retrospecto macroeconômico do agronegócio em 2020

    11/01/2021 - 09:21
    O ano de 2020 foi excepcional praticamente em todos os aspectos. A pandemia de covid-19 ditou o comportamento da sociedade global como um todo. A economia mundial, quase sem exceção, evidentemente, teve sua evolução fortemente determinada por esse ataque arrasador ora vindo do lado da oferta, ora da demanda, ora dos dois lados, tudo conforme eram determinados acirramentos ou relaxamentos das medidas de controle, auxílios e subsídios eram repassados à população (estimulando a demanda) ou às empresas (recuperando a oferta)
  • Ler Matéria

    MILHO: Indicador sobe e se aproxima de recorde

    11/01/2021 - 09:21
    Os preços internos do milho voltaram a subir com força neste início de ano. Segundo pesquisadores do Cepea, a restrição de vendedoresque estão incertos quanto à produtividade das lavouras –, o bom ritmo das exportações em dezembro e os preços elevados nos portos impulsionaram as cotações, que voltam a operar em patamares recordes. Entre 30 de dezembro e 8 de janeiro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (CampinasSP) subiu 5,02%, fechando a R$ 82,60/sc de 60 kg na sexta-feira, 8, próximo ao recorde nominal registrado em 28 de outubro de 2020, de R$ 82,67/sc
  • Ler Matéria

    SOJA: Preço sobe mais de 10 Reais/sc em uma semana

    08/01/2021 - 17:47
    O ano de 2021 se iniciou com preços da soja em forte alta no Brasil. De acordo com pesquisadores do Cepea, o impulso vem da interrupção dos embarques na Argentina, de expectativas de menor produção no país vizinho e das valorizações externas e cambial. Em apenas uma semana, as cotações da soja chegaram a subir mais de 10 Reais/saca de 60 kg em diversas regiões brasileiras acompanhadas pelo Cepea
  • Ler Matéria

    MANDIOCA: Comercialização avança pouco neste início de janeiro

    08/01/2021 - 17:45
    As chuvas têm sido frequentes na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea, ao mesmo tempo em que muitos produtores seguem fora do mercado, especialmente por conta da indefinição quanto ao comportamento dos preços. Assim, houve pouco avanço na oferta de mandioca para fecularias e farinheiras. Do lado da demanda, parte das fecularias continuou em recesso e/ou manutenção, e o volume de moagem seguiu baixo
  • Ler Matéria

    OVOS: Consumo deve continuar elevado em 2021

    08/01/2021 - 17:41
    Em 2021, a economia brasileira pode iniciar uma recuperação gradual, o que deve favorecer o consumo de ovos, que têm preços mais baixos frente aos das demais proteínas de origem animal. Além disso, a possível vacinação para imunização contra a covid-19 e a consequente redução dos efeitos da pandemia podem permitir o retorno das aulas de forma presencial bem como de outros eventos, o que também deve alavancar o consumo. Dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) indicam que, em 2021, a produção brasileira de ovos pode aumentar 5% frente ao projetado para 2020, passando para 56,2 bilh&otilde
  • Ler Matéria

    CEPEA: Retrospectivas de 2020

    08/01/2021 - 14:55
    O Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, disponibiliza hoje as retrospectivas de 2020. Na semana que vem, serão divulgadas as perspectivas para 2021. Confira abaixo:  
  • Ler Matéria

    CITROS: Produção limitada em 21/22 deve sustentar preços da laranja

    07/01/2021 - 17:32
    Após uma temporada de baixa produção em 2020/21, as expectativas iniciais de agentes são de mais uma safra limitada de laranjas em 2021/22 no estado de São Paulo e no Triângulo Mineiro, diante de condições climáticas desfavoráveis. Segundo pesquisadores do Cepea, este cenário tende a manter firmes os preços da fruta em 2021. A demanda industrial, por sua vez, também deve seguir aquecida, considerando que os estoques de suco devem fechar, em junho de 2021, próximos do patamar estratégico, necessitando moer a maior quantidade possível de frutas para manter um volume suficiente para atender à procura
  • Ler Matéria

    FRANGO: Competitividade da carne de frango pode seguir elevada em 2021

    07/01/2021 - 17:31
    Em 2020, a competitividade da carne de frango bateu recorde, e, para 2021, a expectativa é de que a diferença entre os preços da proteína avícola e os das carcaças bovina e suína continue elevada. De acordo com pesquisadores do Cepea, a retomada do crescimento econômico tende a ocorrer de forma gradual, e, com isso, o poder de compra dos consumidores deve continuar enfraquecido, o que, por sua vez, pode favorecer as vendas de carne de origem avícola, que é negociada a valores mais baixos que os das concorrentes. Quanto às vendas externas, apesar do empenho da China (maior comprador da carne brasileira) de aumentar a produção interna de frango, em
  • Ler Matéria

    BOI: Demanda externa e oferta enxuta devem manter preços firmes em 2021

    06/01/2021 - 16:57
    Depois de registrar recordes ao longo do ano passado, o setor pecuário nacional inicia 2021 com perspectivas positivas para o mercado. Segundo pesquisadores do Cepea, os principais fatores que fundamentam esse cenário mais otimista estão relacionados à demanda externa e à possível continuidade de oferta restrita de animais para abate neste ano, sobretudo no primeiro semestre. Ainda que com menor intensidade, outro fator que pode influenciar uma sustentação nos preços internos é a demanda doméstica, que pode se aquecer neste ano, à medida que a economia brasileira se recupere
  • Ler Matéria

    SUÍNOS: Setor pode registrar mais um ano favorável

    06/01/2021 - 16:55
    Apesar das dificuldades provocadas pela pandemia de covid-19, a suinocultura brasileira encerrou o ano de 2020 com preços, abate e embarques recordes. Para 2021, a expectativa é de que, mesmo com o custo de produção elevado, o balanço positivo se repita. De acordo com pesquisadores do Cepea, a demanda externa por carne suína deve continuar firme, sustentada pelas compras chinesas, ao passo que a procura interna deve ser favorecida pela possível retomada econômica
  • Ler Matéria

    ALGODÃO: Setor inicia ano com otimismo; exportação deve seguir firme

    05/01/2021 - 18:01
    O ritmo acelerado de consumo de algodão em pluma na segunda metade de 2020 gerou um cenário de otimismo entre agentes dos setores agrícola e industrial. Os preços internacionais são considerados atrativos, e os bons volumes de contratos já realizados aponta que as exportações da pluma podem manter em 2021 o ritmo recorde observado no final de 2020. No geral, agentes brasileiros devem continuar monitorando atentamente a pandemia, o avanço das vacinas para a imunização da covid-19 e os desdobramentos da retomada da economia no Brasil e no mundo
  • Ler Matéria

    CAFÉ: Menor produção na safra 2021/22 pode sustentar preços em 2021

    05/01/2021 - 18:00
    A queda na produção de café na safra 2021/22 frente à atual (2020/21) é dada como certa. Agentes consultados pelo Cepea, contudo, ainda estão incertos quanto ao tamanho desta reduçãoé preciso esperar um avanço no desenvolvimento das lavouras para realizar uma estimativa melhor. Além de ser ano de bienalidade negativa dos cafezais de arábica, as lavouras também foram bastante prejudicadas pelo clima quente e seco em boa parte de 2020, em especial durante a abertura das flores no segundo semestre
  • Ler Matéria

    ARROZ: Incerteza sobre demanda em 2021 limita investimentos

    05/01/2021 - 17:59
    Mesmo com a maior rentabilidade em 2019/20, a área da safra brasileira de arroz em 2020/21 não teve reação expressiva, tendo em vista que muitos produtores não dispunham de capital para elevar com força os investimentos operacionais. Além disso, incertezas sobre a dinâmica da demanda em 2021 também impediram maiores investimentos. Pesquisadores do Cepea ressaltam que a procura doméstica já mostrou sinais de arrefecimento no final de 2020, caminhando para um ritmo normal de consumo, após o forte aquecimento verificado durante o ano
  • Ler Matéria

    TRIGO: Dólar e menor oferta na Argentina serão determinantes em 2021

    04/01/2021 - 17:23
    Agentes brasileiros estão, neste início de 2021, atentos aos principais fatores que influenciam as compras externas, que são a disponibilidade de produto de qualidade no mercado brasileiro, o preço externo do cereal e o dólar. No caso da Argentina, principal fornecedora de trigo ao Brasil, os valores do trigo têm relação com os parâmetros externos, mas também com políticas comerciais (o governo pode optar por restringir as vendas externas) e tributárias do próprio país. Quanto ao dólar, estimativas do Boletim Focus do Banco Central indicam que a moeda norte-americana deve seguir acima dos R$ 5,00 em 2021, o que tende a manter as imp
  • Ler Matéria

    AÇÚCAR: Mix deve se manter mais açucareiro em 2021

    04/01/2021 - 17:21
    A produção de açúcar deve ser menor na safra 2021/22, considerando-se que o Centro-Sul brasileiro atingiu recorde em 2020 e que condições climáticas atípicas, como a estiagem entre setembro e outubro de 2020, podem prejudicar o volume de cana e a concentração de ATR (Açúcar Total Recuperável). Quanto ao mix de produção, pesquisadores do Cepea indicam que os preços favoráveis do açúcar no mercado interno e a recuperação dos valores internacionais devem estimular a manutenção do mix mais açucareiro. Além disso, boa parte das exportações já est
  • Ler Matéria

    ETANOL: Agentes iniciam 2021 otimistas quanto aos preços

    04/01/2021 - 17:19
    Agentes da cadeia sucroenergética brasileira estão otimistas neste início de 2021 em relação à rentabilidade dos segmentos de etanol e açúcar. Segundo pesquisadores do Cepea, isso ocorre mesmo diante das incertezas quanto às condições dos canaviais da região Centro-Sul no ano safra 2021/22. O clima seco de 2020, que não prejudicou a temporada 2020/21, pode atrasar, em alguma medida, o desenvolvimento da cana a ser colhida em 2021
  • Ler Matéria

    MANDIOCA: Com menor oferta, disputa pela raiz deve aumentar em 2021

    30/12/2020 - 16:45
    Nos últimos anos, a área ocupada com mandioca no Brasil diminuiu, enquanto a produtividade não aumentou. Como resultado desse cenário, a oferta tem sido menor, e, pelo menos por enquanto, é o que também se espera para 2021. Nas áreas de mandioca destinada à indústria, produtores avançaram com a colheita e a comercialização de raízes de 1º ciclo ainda em 2020, reduzindo a disponibilidade do produto em 2021
  • Ler Matéria

    MILHO: Procura elevada deve sustentar cotações neste ano

    30/12/2020 - 16:44
    Os baixos estoques, a demanda firme e as incertezas quanto ao tamanho da oferta da temporada 2020/21 devem manter os preços internos do milho em patamares acima da média em 2021. Segundo colaboradores do Cepea, as lavouras brasileiras da primeira safra foram prejudicadas pelo clima seco, principalmente no Sul do País. Para a segunda safra, o cultivo mais lento e tardio da soja, comparativamente a anos anteriores, traz temores sobre como será a semeadura de milho e se haverá impactos na produtividade
  • Ler Matéria

    SOJA: Estoque reduzido pode manter valores firmes em 2021

    30/12/2020 - 16:43
    Mesmo com o baixo índice pluviométrico no início da semeadura da safra 2020/21, as ocorrências de chuvas em volumes mais satisfatórios desde a última dezena de outubro/20 geram expectativas de produção recorde no Brasil, estimada em 134,5 milhões de toneladas pela Conab (+7,7%) e em 133 milhões de toneladas pelo USDA (+5,6%). Ainda assim, a relação estoque/consumo final pode ser a menor das últimas nove temporadas, podendo dar sustentação aos preços domésticos de soja e derivados no decorrer de 2021. Isso porque, em 2020, sojicultores aproveitaram os altos patamares de preços e negociaram mais da metade da safra
  • Ler Matéria

    CITROS: Estiagem diminui produção, e quebra de safra em 20/21 é a maior da história

    30/12/2020 - 16:41
    De maneira geral, a citricultura paulista registrou preços elevados em 2020. Com a menor produção de laranjas no cinturão citrícola (São Paulo e Triângulo Mineiro) na safra 2020/21 devido ao clima adverso, a necessidade de matéria-prima por parte da indústria continuou alta ao longo do ano, fator que sustentou os valores da fruta. Segundo o relatório de 10 de dezembro do Fundecitrus, o cinturão deve ter a maior quebra de safra (em termos percentuais) desde 1988/89, quando se iniciou a série histórica
  • Ler Matéria

    BOI: Bezerro, boi magro, boi gordo e carne renovam máximas reais em 2020

    30/12/2020 - 10:28
    Os recordes observados no setor pecuário nacional em 2019 foram renovados em 2020. As intensas exportações brasileiras de carne bovina, especialmente à China, atreladas à oferta restrita de boi gordo no pasto, evidenciada por dados oficiais indicando menor número de animais abatidos em boa parte do ano, mantiveram os preços de todo o setor em alta no mercado nacional na maior parte de 2020. Em novembro, os preços do bezerro, do boi magro, da arroba do boi gordo e da carne atingiram recordes reais nas respectivas séries do Cepea
  • Ler Matéria

    ALGODÃO: Mesmo com produção recorde e pandemia, Indicador sobe mais de 40% no ano

    30/12/2020 - 10:26
    A produção e a exportação brasileiras de algodão em pluma foram recordes em 2020. Preços atrativos em anos anteriores deram sustentação à produção doméstica. Segundo a Conab, na temporada 2019/20, a produção brasileira de algodão somou 3 milhões de toneladas, alta de 8% frente à anterior e a quarta temporada consecutiva de avanço
  • Ler Matéria

    FRANGO: Competitividade da carne de frango é recorde em 2020

    30/12/2020 - 10:14
    Em 2020, o menor poder de compra da população brasileira diante da crise gerada pela pandemia de covid-19 levou demandantes a migrar para proteínas mais baratas, como a carne de frango. Apesar da valorização da proteína e do animal vivo na média do ano, as altas nos preços foram menos intensas do que as registradas para as principais substitutasno acumulado de 2020 (de 2 de janeiro a 28 de dezembro), enquanto as carnes bovina e suína se valorizaram expressivos 35% e 32%, respectivamente, as cotações da de frango avançaram menos, 9%. Com isso, as diferenças entre os preços do frango inteiro e os das carcaças bovina e su&i
  • Ler Matéria

    SUÍNOS: Apesar da pandemia, ano da suinocultura registra preços e exportações recordes

    30/12/2020 - 10:07
    A pandemia de covid-19 trouxe para a suinocultura brasileira um cenário de incertezas e de muitos desafios em 2020. Depois de caírem com força entre março e abril, quando as recomendações de distanciamento social impactaram significativamente a demanda por produtos suinícolas, os valores tanto do suíno vivo quanto da carne iniciaram um movimento de recuperação em maio em todas as praças acompanhadas pelo Cepea. O impulso veio das exportações da proteína, que bateram recorde (101,1 mil toneladas), e do aumento da procura interna
  • Ler Matéria

    AÇÚCAR: Apesar do aumento da produção, Indicador renova recorde nominal em 2020

    28/12/2020 - 16:49
    Mesmo diante da maior produção de açúcar na safra 2020/21, o Indicador CEPEA/ESALQ do cristal, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, atingiu recorde nominal no início de novembro/20, quando passou a operar acima de R$ 100/saca de 50 kg. Nos dias que se seguiram, as máximas foram renovadas, alcançando R$ 111,96/sc em 10 de dezembro de 2020. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio especialmente das exportações aquecidas ao longo de todo o ano, o que limitou a oferta no mercado doméstico
  • Ler Matéria

    CAFÉ: Demanda firme e dólar valorizado sustentam cotações em 2020

    28/12/2020 - 16:47
    O ano de 2020 foi marcado por preços elevados dos cafés arábica e robusta. No primeiro semestre, as cotações foram sustentadas por incertezas quanto à oferta de café. Naquele período, além da menor produção de arábica de 2019/20, a pandemia de coronavírus trazia preocupações relacionadas à logística mundial, e alguns países, como a Colômbia, tiveram problemas de mão de obra para colheita
  • Ler Matéria

    ETANOL: Mesmo com menor produção, pandemia limita procura em 2020 e preço cai

    28/12/2020 - 16:46
    Agentes do setor sucroenergético iniciaram o ano otimistas, esperando um cenário promissor para o consumo de etanol na temporada 2020/21 e animados com o Renovabio. No entanto, a safra 2020/21 foi marcada por muitas incertezas, devido à pandemia de covid-19, que acabou limitando a demanda por etanol e resultando em quedas de preços na maior parte do ano, mesmo diante da menor produção do biocombustível. No fim de março, as restrições de mobilidade impostas por governos estaduais e municipais para contenção do novo coronavírus levaram o setor sucroenergético a se ajustar
  • Ler Matéria

    TRIGO: Preços oscilam em 2020, mas permanecem elevados frente a anos anteriores

    28/12/2020 - 16:44
    Os preços do trigo e de seus derivados oscilaram com maior intensidade ao longo de 2020, mas, no geral, se mantiveram elevados frente a anos anteriores. No caso da matéria-prima, os valores iniciaram o ano em alta, movimento que teve início em outubro de 2019 e que foi influenciado pelo dólar valorizado, por dificuldades na importação e, mais recentemente, pela firme demanda interna. Já no fim de 2020, a intensificação dos trabalhos de campo e a finalização da colheita pressionaram as cotações do cereal no mercado interno
  • Ler Matéria

    MANDIOCA: Em 2020, oferta fica praticamente estável; demanda recua

    23/12/2020 - 16:05
    Ao longo de 2020, os efeitos da covid-19 sobre a colheita de raiz de mandiocae, consequentemente, sobre a oferta do produtoforam pequenos, com exceção do início da pandemia, quando houve dificuldades no transporte de trabalhadores rurais. Por outro lado, a demanda por produtos industriais, incluindo os que utilizam a fécula de mandioca como insumo, foi menor. Quanto aos preços da raiz, ficaram praticamente estáveis ao longo de praticamente todo o ano e, na maioria dos meses de 2020, as médias nominais superaram as de 2019
  • Ler Matéria

    CITROS: Oferta cresce e preço da tahiti cai na semana

    23/12/2020 - 16:04
    A oferta de lima ácida tahiti com maior calibre está aumentando gradualmente neste mês no estado de São Paulo. Isso porque as chuvas entre outubro e novembro favoreceram o crescimento e a coloração das frutas. Para os próximos dias, previsões indicam novas precipitações em importantes regiões produtoras de tahiti
  • Ler Matéria

    MILHO: Produção e preços atingem recordes em 2020

    23/12/2020 - 16:03
    O mercado brasileiro de milho em 2020 foi marcado por produção e preços recordes. Nos dois primeiros meses de 2020, os menores estoques de milho aliados à produção enxuta da primeira safra resultaram em movimento de alta nos preços do cereal. Já entre março e junho, as perspectivas de produção recorde na segunda safra e o avanço da pandemia de covid-19 no Brasil pressionaram as cotações domésticas
  • Ler Matéria

    SOJA: Vendas se antecipam e preços atingem recordes em 2020

    23/12/2020 - 16:02
    Como boa parte da safra 2019/20 já havia sido negociada antecipadamente (ainda em 2019), sojicultores brasileiros iniciaram o ano de 2020 resistentes nas vendas envolvendo grandes lotes, voltados ao cumprimento de contratos. O atraso na colheita também trazia incertezas quanto ao volume a ser produzido, que, no fim das contas, foi recorde, de 124,8 milhões de toneladas, segundo a Conab. A partir do segundo bimestre do ano, o dólar passou a operar acima dos R$ 5,00, o que acirrou a disputa entre compradores domésticos e externos de soja
  • Ler Matéria

    FRANGO: Em meio à baixa liquidez, queda de preço supera os 10%

    22/12/2020 - 17:15
    Tradicionalmente, a demanda por carne de frango se reduz no período de festas de fim de ano. E esse movimento tem diminuído a liquidez da carne avícola e resultado em desvalorizações da maioria dos produtos acompanhados pelo Cepea. Nesse cenário, nos últimos sete dias, os preços das carnes e dos cortes registraram quedas acima de 10%
  • Ler Matéria

    SUÍNOS: Menor demanda pressiona cotações do vivo

    22/12/2020 - 17:14
    Ao contrário do esperado por agentes do setor para esse período do ano, os preços médios do suíno em dezembro apresentam forte queda frente aos do mês anterior, interrompendo sete meses de altas consecutivas. De acordo com pesquisadores do Cepea, a pressão vem da diminuição nas vendas internas, principalmente na primeira quinzena deste mês, movimento atípico para o período. De novembro para dezembro, as maiores desvalorizações do animal vivo, acima de 20%, ocorreram no Sudeste do País
  • Ler Matéria

    ALGODÃO: Spot segue lento, mas exportação e contratos a termo estão firmes

    22/12/2020 - 17:13
    Enquanto as negociações envolvendo algodão em pluma estão lentas no mercado spot nacional, agentes seguem ativos nas efetivações de contratos a termos e se planejando para os primeiros meses de 2021. Além disso, pesquisadores do Cepea indicam que as exportações também estão aceleradas neste mês. Quanto ao mercado de fios de algodão, vem apresentando bom desempenho nos últimos meses, superando as expectativas do setor
  • Ler Matéria

    BOI: Arroba e carne se desvalorizam na mesma intensidade

    22/12/2020 - 17:12
    O movimento baixista que vem sendo observado nos preços da arroba do boi ao longo de dezembro também vem chegando para a carne comercializada no mercado atacadista. Levantamento do Cepea mostra que os valores da carcaça casada bovina no atacado da Grande São Paulo apresentam recuos na mesma intensidade dos observados para a arroba negociada no campo. Segundo pesquisadores do Cepea, a oferta de animais para abate está ligeiramente superior à demanda por novos lotes
  • Ler Matéria

    AÇÚCAR: Valor médio volta a cair no spot paulista

    21/12/2020 - 17:07
    A média semanal dos preços do açúcar cristal praticados no mercado spot de São Paulo voltou a cair na última semana, invertendo o cenário de alta que vinha sendo observado desde julho/20. Segundo pesquisadores do Cepea, mesmo com a oferta ainda restrita do cristal para o mercado doméstico, a baixa demanda fez com que algumas usinas paulistas fossem mais flexíveis, negociando a valores mais baixos. De fato, compradores têm se mostrado abastecidos desde o início deste mês, devido ao bom volume negociado em outubro e novembro
  • Ler Matéria

    ETANOL: Demanda se aquece, mas preço continua em queda

    21/12/2020 - 17:06
    Distribuidoras estiveram mais ativas no mercado spot de etanol do estado de São Paulo ao longo da semana passada, realizando aquisições para atender a maior demanda pelo biocombustível na ponta varejista neste período de final de ano. Pesquisadores do Cepea ressaltam que, mesmo com o reaquecimento da demanda, os valores dos etanóis caíram, contexto que esteve atrelado ao aumento nos volumes originados em outros estados sendo direcionados a bases paulistas.  Assim, entre 14 e 18 de dezembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado (preço ao produtor) fechou a R$ 2,0380/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), 0,65% inferior ao anterior
  • Ler Matéria

    CAFÉ: Indicador volta a superar R$ 600/sc, mas liquidez segue baixa

    21/12/2020 - 17:05
    A liquidez no mercado brasileiro de café segue bastante lenta neste mês de dezembro. No início da semana passada, o Indicador CEPEA/ESALQ do café arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, voltou a superar os R$ 600/sc, o que não era observado desde o encerramento de novembro. Pesquisadores do Cepea indicam que esses avanços, contudo, resultaram apenas em poucas comercializações que envolveram pequenos lotes de cafés mais finos
  • Ler Matéria

    TRIGO: Preços do cereal se estabilizam

    21/12/2020 - 17:04
    A comercialização de trigo no mercado doméstico segue lenta, com compradores se mostrando abastecidos para este período de fim de ano. Além disso, agentes consultados pelo Cepea estão acompanhando a greve dos trabalhadores portuários na Argentina. A preocupação é que esta paralisação prejudique as importações de trigo e derivados pelo Brasildestaca-se que a colheita do cereal está em andamento no país vizinho
  • Ler Matéria

    MANDIOCA: Clima e menor rendimento antecipam recesso de indústrias

    18/12/2020 - 17:42
    A semana passada foi marcada por chuvas em praticamente todas as regiões que cultivam mandioca e que são acompanhadas pelo Cepea, dificultando os trabalhos de campo. Porém, boa parte dos mandiocultores já havia encerrado a colheita nas semanas anteriores, devido ao menor rendimento de amido das raízes. Assim, muitas firmas anteciparam o recesso de fim de ano, interrompendo a moagem já na semana passada
  • Ler Matéria

    SOJA: Menor demanda pressiona cotação; dólar limita queda

    18/12/2020 - 17:39
    A demanda doméstica por soja se enfraqueceu nos últimos dias, tendo em vista que muitas indústrias brasileiras já estão finalizando os processamentos deste ano. De acordo com pesquisadores do Cepea, o movimento de baixa, entretanto, foi limitado pela valorização do dólar. Além disso, já há preocupações quanto a um possível atraso no cumprimento de contratos em janeiro/21, devido ao cultivo tardio de soja no Brasil
  • Ler Matéria

    OVOS: Oferta controlada eleva preços

    18/12/2020 - 17:38
    Segundo pesquisadores do Cepea, a oferta controlada de ovos maiores, como jumbo e extra, na primeira semana de dezembro e o incremento nas vendas por conta da maior demanda no período elevaram os preços. Apesar do cenário mais positivo ao avicultor, agentes seguem preocupados com a relação de troca de ovos por insumos de alimentação, visto que o poder de compra segue abaixo do registrado em 2019. Além disso, segundo colaboradores do Cepea, a dificuldade em encontrar embalagens e a elevação dos preços do papelão têm atrapalhado as vendas e, muitas vezes, atrasado pedidos
  • Ler Matéria

    MILHO: Preços reagem em algumas regiões

    18/12/2020 - 17:36
    Compradores consultados pelo Cepea voltaram a ficar mais ativos no mercado de milho nos últimos dias, com interesse em entregas nos primeiros meses de 2021. Muitos produtores, contudo, estão afastados do mercado, na expectativa de novas valorizações no primeiro trimestre de 2021, fundamentados nos baixos estoques brasileiros, na demanda internacional aquecida e nas quedas de produtividade em lavouras de verão no Sul do País. Além disso, questões financeiras, como o imposto de renda, e a paralisação de cooperativas e/ou de caminhoneiros para as festas de final de ano também afastam agentes dos negócios
  • Ler Matéria

    Low supply should keep competition for milk fierce

    13/01/2021 - 17:09
    Milk supply should continue low in 2021, majorly in the first quarter of the year, with volumes below the average from the same period of 2020. This scenario is linked to the unfavorable weather registered last year (dry and with high temperatures, which should damage pastures) and the continuous increase of production costs (the quotes of the two major components of feed, corn and soybean meal, have hit record levels).   As regards demand, low supply should keep the competition between dairy plants for milk to replenish inventories
  • Ler Matéria

    Firm international demand and low supply should continue to underpin prices in 2021

    13/01/2021 - 11:30
    After setting records in 2020, the Brazilian cattle sector begins 2021 with positive perspectives for the domestic market. The major factors for this optimist scenario are related to international demand and the possible low supply of animals for slaughter this year. If the Brazilian economy recovers in 2021, the domestic demand may also help to underpin prices
  • Ler Matéria

    Production should be lower, but sector begins 2021 optimistic

    13/01/2021 - 11:27
    The decrease in cotton consumption in the first semester of 2020 helped to increase both domestic and international surpluses. However, the fast consuming pace in the second half of the year resulted in optimism in the agriculture and industrial sectors. International cotton prices are considered attractive, and the high number of deals already closed indicate that Brazilian cotton exports may continue at the same record pace from late 2020
  • Ler Matéria

    With lower production in the 21/22 season, prices may be firm this year

    13/01/2021 - 11:27
    Coffee production in the 2021/22 season will certainly be lower than that in the current season (2020/21). However, agents consulted by Cepea are still uncertain about how lower the crop will becrops need to develop for accurate estimates. Besides the negative biennial cycle of arabica coffee crops this year (when production is usually lower), trees were damaged by the hot and dry weather in most 2020, majorly when flowers were opening, in the second semester
  • Ler Matéria

    Probable low production in 21/22 tends to underpin prices in the Brazilian market

    13/01/2021 - 11:17
    After the low production in the 2020/21 season, agents expect a limited orange crop in 2021/22 in São Paulo State and the Triângulo Mineiro, due to unfavorable weather conditions. This scenario tends to underpin orange prices in 2021.   The first estimates for the 2021/22 crop, released by the USDA in December/2020, indicate that the harvest in SP and the Triângulo Mineiro should total 315 million boxes of 40
  • Ler Matéria

    Lower inventories may underpin quotes in 2021

    13/01/2021 - 11:15
    Despite the low rainfall at beginning of soybean sowing (2020/21 crop), higher precipitation since late October 2020 raised expectations about a record production in Brazil, estimated by Conab (Brazil’s National Company for Food Supply) at 134.5 million tons, and by the USDA, at 133 million tons, 7.7% and 5
  • Ler Matéria

    High demand should underpin prices in Brazil this year

    13/01/2021 - 11:10
    Low inventories, high demand and uncertainties about supply in the 2020/21 season should underpin corn prices in the Brazilian market in 2021, when quotes should be higher than the average in previous years.   The first crops were damaged by the dry weather, majorly in southern Brazil. For the second crop, the slower and late soybean sowing (compared to previous years) has brought uncertainties about both corn sowing and possible effects on productivity
  • Ler Matéria

    High prices should keep production mix higher for sugar in 2021

    13/01/2021 - 11:09
    Sugar production should be lower in the 2021/22 Brazilian season, considering that the volume produced in central-southern Brazil in 2020 hit a record, totaling 38.09 million tons, 44.16% up from that in 2019
  • Ler Matéria

    Dollar and lower supply from Argentina will be decisive factors in 2021

    13/01/2021 - 10:46
    Brazilian agents are carefully watching the major factors that influence wheat imports: availability of high-quality product in the domestic market, international prices and the dollar.   In general, international prices depend on the supply/demand ratio in the world. As regards Argentina, the seventh wheat-exporting country in the world, prices are related to both external factors and domestic commercial and tax policies (the government may opt for limiting sales)
  • Ler Matéria

    Scenario is positive for prices in 2021; production of sugarcane crops should be lower

    13/01/2021 - 10:29
    Agents from the Brazilian sugar-energy chain are optimistic about revenue from the ethanol and sugar segments, despite the uncertainties about the conditions of sugarcane crops in central-southern Brazil in the 2021/22 year-crop. The dry weather in 2020, which did not affect the 2020/21 crops, should delay the development of the sugarcane to be harvested in 2021.   Crushing of 2021/22 crops in central-southern Brazil should begin in April, and the season should not be anticipated as in previous years
  • Ler Matéria

    2020, the year of record prices in the Brazilian market

    04/01/2021 - 11:18
    The year of 2020 was marked may adversities. Concerning demand, the covid-19 pandemic changed consumers’ behavior. As regards supply, the weather hampered dairy farming in Brazil, since rainfall was irregular and also due to the severe drought, primarily in southern Brazil
  • Ler Matéria

    Records from 2019 are renewed in 2020

    30/12/2020 - 17:45
    The records registered in the Brazilian cattle sector in 2019 were renewed in 2020. The fast exports pace for the national beef, primarily to China, added to the low supply of fed cattle (confirmed by official data indicating lower slaughter most of the year) kept prices for both fed cattle arroba and beef on the rise in the Brazilian market most of 2020.   As in 2019, fed cattle prices rose sharply in November/2020, renewing the real record in the series of Cepea, which began in 1994
  • Ler Matéria

    Brazilian cotton sector registers records in 2020

    30/12/2020 - 17:43
    Both production and exports hit a record in 2020. Attractive prices in previous years underpinned the domestic production, and players were focused on international sales. In the first semester, cotton exports were limited by the interruption of industrial operations due to the pandemic; however, activities returned in the second semester in Brazil and in the world, increasing international trades and pushing up domestic quotes, which hit the highest nominal levels of Cepea historical series
  • Ler Matéria

    Prices move up in 2020, despite high production

    30/12/2020 - 17:42
    The year of 2020 registered high prices for both arábica and robusta coffee. In the first semester of the year, values were underpinned by uncertainties regarding supply. In that period, besides the smaller arábica production in 2019/20, the covid-19 pandemic had brought concerns related to world logistics, and countries, such as Colombia, had problems with workforce for the harvest
  • Ler Matéria

    Drought reduces production in the 2020/21 season; crop failure is the worst in all times

    30/12/2020 - 17:41
    In general, citrus prices were high in São Paulo State in 2020. With the lower orange production in the Brazilian citrus belt (São Paulo and the Triângulo Mineiro) in the 2020/21 season due to bad weather conditions, the demand from processors for fruits continued high along the year, which underpinned prices.   According to a report released by Fundecitrus on December 10, crop failure in the citrus belt (SP and the Triângulo Mineiro) should be the worst since 1988/1989, when the series began
  • Ler Matéria

    Sales are anticipated, and prices set records in Brazil

    30/12/2020 - 17:41
    As a high amount of the 2019/20 crop was traded in advance (in 2019), Brazilian soybean farmers began 2020 unwilling to sell large volumes of soybean, focused on the accomplishment of contracts. The harvesting delay also brought uncertainties about the volume to be produced, which, in the end, set a record, totaling 124.8 million tons, according to Conab (Brazil’s National Company for Food Supply)
  • Ler Matéria

    Export parity underpins prices at record levels in 2020

    30/12/2020 - 17:39
    In 2020, the Brazilian corn market was marked by record production and prices. The sharp dollar appreciation, the valuation of corn abroad and the firm demand from the international market underpinned the export parity and, consequently, corn prices in Brazil, majorly in the second semester, when they set real records. On the other hand, the world corn production was lower
  • Ler Matéria

    Despite higher production, Index sets a nominal record in 2020

    30/12/2020 - 17:37
    In spite of the higher sugar production in the 2020/21 season, the CEPEA/ESALQ Index for crystal sugar (São Paulo State) set a nominal record in early November 2020, surpassing 100 BRL per 50-kilo bag. On the following days, the record was renewed, and the Index hit 111.96 BRL/bag on December 10, 2020
  • Ler Matéria

    Prices fluctuate in 2020, but remain at firm levels

    30/12/2020 - 17:35
    Prices of wheat grain and byproducts oscillated in 2020; however, in general, they remained higher compared to previous years. As for the grain, values started the year in an upward trend, influenced by high dollar quotes, difficulties to import and the recent firm domestic demand. At the end of the year, on the other hand, the advance of activities on the field and the end of the harvesting pressed down quotes in the Brazilian market
  • Ler Matéria

    Covid-19 limits demand in 2020, and prices drop despite lower production

    30/12/2020 - 17:34
    Agents from the sugar-energy industry were optimistic in early 2020, expecting high ethanol consumption in the 2020/21 season and heartened by the Renovabio program. However, the season was marked by many uncertainties due to the covid-19 pandemic, which limited the demand for ethanol, pressing down quotes most of the year, despite the lower production of the biofuel.   Based on the monthly CEPEA/ESALQ Indexes for hydrous ethanol, the average in the 2020/21 season (up to November) was 1

Sem Título...

Sem Data...
Sem Conteúdo...
Não conectado - [ Login ou Habilite-se ]